GROWTH HACKS MOBILE: COMO FAZER O APP CRESCER?

Vamos ser realistas: Todos os profissionais de mobile marketing querem que o aplicativo cresça. Mas será que todos têm a consciência de que a maturidade do app é fundamental para que isso aconteça?

Antes de entrar realmente no assunto de growth hacking para apps, é importante levantar essa discussão. Aqui vão algumas premissas que podem enriquecer esse brainstorm:

1) Definir um planejamento de mobile marketing requer uma visão estratégica sobre o aplicativo. Isso significa pensar sobre quando e como começar as suas estratégias e ações.

2)  O mobile marketing é um guarda-chuvas de estratégias para fazer um app crescer. Existem várias estratégias dentro disso, algumas mais acessíveisque outras.

3) Para planejar quais estratégias deverão ser utilizadas inicialmente é FUNDAMENTAL descobrir qual o estágio do app. Cada fase (lançamento, crescimento ou top app) requer um tipo de estratégia de mobile marketing. Isso implica em uma maneira de trabalhar diferente.

Um app em fase inicial, por exemplo, necessita de um planejamento mais básico. Ninguém faz grandes investimentos assim, logo de cara. É importante testar as ações, os canais e ir aprendendo, com o tempo, o comportamento do mercado.

Depois de pensar em todos esses pontos, é hora de criar estratégias, formatos e visões para o marketing. E testar algunsos growth hacks mobile.

 

O que são os growth hacks mobile?

 

Growth hacking é um termo criado por Sean Ellis que quer dizer:

 

Marketing voltado a experimentos

 

Ou seja, encontrar oportunidades (hacks) para o sucesso. E criar estratégias específicas para resultados e crescimento rápidos (growth) da empresa.

Encontrar as tais oportunidades de crescimento consiste em ter uma visão holística do negócio.

Além disso, é necessário trabalhar os dois lados do cérebro: Estimular seu lado criativo para encontrar as melhores oportunidades e, ao mesmo tempo, explorar o lado analítico e o racional.

Afinal, é fundamental sempre testar, testar e testar.

Utilizando essa visão híbrida (racional e criativo) as suas chances de sucesso são maiores.  

 

growth-hacks-apps

Agora que você sabe o que são os growth hacks mobile, é interessante saber que existem vários tipos.

Aqui nesse conteúdo vamos falar apenas de cinco dessas estratégias. Elas são de fácil implementação e formas genuínas de acrescentar inteligência ao desempenho do seu app com um custo relativamente baixo.  

 

5 Growth hacks para fazer seu app crescer mais rápido

 

#1 Notificações (Push Notifications)

growth-hacks-apps-2

Poucas pessoas sabem mas as notificações estão incluídas em uma boa estratégia de marketing mobile.  

Algumas vezes, essas notificações aparecem apenas lembrar que o usuário tem aquele aplicativo. É uma forma de relacionar-se com o seu consumidor.

Um bom exemplo são os aplicativos fitness e de exercício físico que sempre lembram os usuários para fazer a atividade ou beber água.

Essa estratégia é fundamental para trabalhar a base de retenção. Existem ferramentas que trabalham especificamente isso como a PushNews ou o PushCrew.

Ressaltando que para montar uma estratégia de notificação bem estruturada, é importante ter uma noção do comportamento do usuário.

 

#2 Deep Linkings

growth-hacks-mobile

Essa é um growth hack mobile bem legal que não é muito utilizado. Deep linking são links que vão para páginas específicas dentro do app.

Um exexplo são os aplicativos de produtos usados. Com o deep linking, a pessoa pode clicar em um anúncio e ir direto para a página da oferta dentro do aplicativo.

É uma estratégia indicada, também, quando o seu app quer compartilhar uma informação do seu usuário para outro usuário.

Um exemplo são os links disponibilizados pelos aplicativos de música, como o Spotify. Quando você clica em uma música compartilhada por alguém, e tiver o app instalado, o link abre diretamente na canção indicada.

Vale a pena avaliar se essa estratégia cabe no app e se é funcional. É uma boa forma de atrair usuários por indicação e não é algo muito complexo de ser aplicado na prática. Uma empresa que pode te ajudar é a Branch.

 

#3 In-app messages

 

Essa é outro tipo growth hack mobile interessante. Sabe aqueles pop ups que aparecem nos apps quando o usuário faz alguma ação? Como um cupom de desconto? In-app messages é o nome deles.

Mas cuidado: O in-app messages precisa ser pensado de acordo com o comportamento e a jornada do usuário. Essa mensagem é impactante, a pessoa obrigatoriamente ler a informação, já que está na tela inteira. Por isso, para funcionar, é importantíssimo saber se o seu usuário vai gostar ou não.

 

#4 Compartilhamento

 

Deixar a opção de compartilhamento do app disponível por e-mail ou rede social é muito importante. Não existe nenhum usuário satisfeito que não queira contar para todo mundo sobre um app que melhore a sua vida. Quando você disponibiliza para o usuário a opção de compartilhar de graça, a tendência natural é que seu app cresça.

 

#5 App Store Optimization (ASO)

 

 

growth-hacks-mobile-aso

Finalmente, a nossa especialidade. O RankMyApp é  referência em App Store Optimization (ASO), um dos growth hacks dentro do Marketing Mobile que possui vários benefícios, como:

 

  • Acrescentar inteligência e visibilidade ao seu app;
  • Aumentar downloads orgânicos;
  • Com um ROI excelente.

Veja alguns dos conteúdos do nosso blog sobre o ASO para você entender melhor do que estamos falando:

 

 

Nós escolhemos esses cinco hacks porque são ações incomuns nas estratégias  e oferecem um resultado surpreendente em termos de crescimento na base de usuário, número de downloads e aumento da visibilidade do app.

Mas como dissemos acima, são apenas algumas dentro de um leque de growth hack mobile. Por isso, não desespere-se quando ler sobre uma estratégia de mobile marketing nova.

Você precisa passar por todas as etapas do planejamento para ganhar experiência. Em vez de mudar muitas vezes, foque sua energia nos testes e nas hipóteses.

O que acha de adicionar mais inteligência no marketing do seu app? Receba agora uma análise personalizada do seu aplicativo pela equipe do RankMyApp!

Estratégias de aquisição baseadas na Jornada do Usuário nas lojas dos apps

Vamos propor um exercício interessante para discutirmos a Jornada do Usuário.

Qual foi o último aplicativo que você baixou? Pense nele. Agora, lembre o que te motivou a ir lá no campo de buscas das lojas e digitar as palavras-chave para encontrá-lo.

Talvez quando você reflita sobre o caminho que percorreu no momento em que baixou seu último app, comece entender mais sobre o comportamento de quem busca um aplicativo nas lojas.

Foi uma necessidade? Curiosidade? Um desejo? Uma resolução? Qual foi a sua intenção por detrás desse download?

Tudo o que você fez, buscar, encontrar a página do app e interagir com os elementos, consiste no que chamamos de  “hábitos mobile”.

Ou seja, o que você pensa, sente e o que te leva a tomada de decisão. O que te motiva no momento em que encontra um aplicativo que parece resolver suas dores e problemas?

Nesse ponto, você deve ter compreendido a importância, quase vital, de entender o comportamento do seu usuário. Essa é uma premissa fundamental para qualquer estratégia de aquisição.


Afinal, para atrair alguém é necessário conhecê-los. Faz sentido?

 

Jornada do Usuário: Da descoberta à retenção

 

Todas as pessoas procuram um app por alguma razão. Esse é o estágio 1. Um desejo ou necessidade gera uma reação que resulta na descoberta nas lojas.

Em seguida, os usuários visitam a página do app. E assim, você começa a criar seu fluxo de tráfego orgânico.

E como os seus usuários descobrem seu aplicativo? Essa é uma das funções do App Store Optimization (ASO).

As técnicas de ASO consistem em atrair um público altamente qualificado para a página do seu aplicativo.

Pessoas que realmente querem encontrar o seu produto, que enxergam o seu valor e o utilizarão sempre.

Para alcançar esses resultados, é necessário otimizar os elementos dentro da página do aplicativo nas lojas. Por isso que investir em ASO é um dos primeiros passos do planejamento de marketing para apps.

Depois de descobrir seu app e entrar na página, o usuário vai definir se irá instalá-lo ou não. Essa é parte é o que chamamos de conversão orgânica.

E isso acontece de forma bem rápida. No mundo mobile, tudo é instantâneo. As decisões também.

Existem usuários que levam cerca de cinco segundos para decidir se vai instalar seu app ou não.

No entanto, conseguir usuários em um tempo recorde não é tão vantajoso quanto parece.

Entenda: A página do seu app não é uma landing page cujo objetivo é a conversão de forma mais rápida possível. Uma instalação rápida não significa necessariamente o melhor tipo de instalação.

Porém, o desafio ainda consiste em mostrar o valor do seu app em questão de segundos em uma única página – assim como uma Landing Page.

Confuso? Continue lendo e veja como tudo se encaixa.

 

Como funciona a Jornada do Usuário nas lojas dos apps?

 

jornada-do-usuario

Dissemos acima que as decisões no mobile são quase instantâneas. Existem usuários que instalam o seu aplicativo em apenas cinco segundos.

E tem aqueles que ficam engajando com os elementos da página antes de tomar uma decisão. Isso também dura apenas instantes. Mas esses pequenos momentos contam muito.

Os que ficam mais tempo, costumam assistir o vídeo, ler as descrições e ainda ler os primeiros reviews e ficar cerca de 13 segundos na página antes de decidir ou não baixar.

Esses usuários que ficam mais tempo na página são mais qualificados. Ou seja, são aqueles que vão manter o seu app no celular e não apagar no primeiro momento em que precisar de espaço.

Uma pessoa que faz uma compra por impulso, como em cinco segundos, vê menos valor no produto do que aquela que fica pesquisando e pensando sobre, concordam?

Porém, a decisão de ambos os usuários são impulsionadas pela otimização dos elementos da página do aplicativo nas lojas.

Existem muitas estratégias de aquisição para aumentar a conversão da sua página. O ASO é uma delas. Otimizar os elementos da página é, literalmente, acrescentar mais inteligência na sua estratégia de Mobile Marketing.

Vale ressaltar que o processo varia se estamos falando sobre a Google Play Store ou a Apple Store.

Aliás, assim como são sistemas operacionais diferentes,  é natural que  as estratégias de ASO sejam diferentes. Concorda?

Para finalizar, mantenha em mente que ter um BOM app é a âncora para qualquer estratégia!

Esse assunto foi tema de uma das palestras do Mobile Coffee, um dos eventos promovidos pelo RankMyApp. Acompanhe as nossas mídias sociais e estejam atentos ás próximas datas!!! 

Gostaríamos de convidar a todos para participarem! Venham discutir Mobile Marketing conosco!

 

Adicione agora mais inteligência na estratégia de lançamento do seu app!  Faça agora uma análise personalizada (e gratuita) e conte com a ajuda e expertise do RankMyApp para alcançar resultados excelentes.

(Guest Post UseMobile) Marketing para aplicativos: Como criar uma estratégia de sucesso

 

Atualmente já são mais de 2,2 milhões de aplicativos disponíveis na Apple App Store e mais de 3 milhões na Google Play Store, segundo a Business of apps.

Com tantos apps presentes no mercado, como fazer com que o seu desperte o interesse? A resposta é: Investir esforços em uma boa estratégia de marketing para aplicativos.

Sem uma boa estratégia de marketing, as pessoas não conhecerão seu aplicativo e não terão interesse em baixá-lo, mesmo que ele tenha uma ótima usabilidade. Abordaremos alguns pontos que você deve levar em conta na hora de criar uma estratégia de marketing para aplicativos, para que ele se torne um verdadeiro sucesso!

1)Valide sua ideia

 

O primeiro passo para criar uma estratégia de marketing, que seja realmente efetiva, é validar sua ideia.

Procure por possíveis concorrentes. Sim, você terá competidores, e faça uma análise em cada um deles.

Ter competidores de sucesso pode ser um bom sinal, quer dizer que sua ideia possui mercado, mas ter muitos não é um bom sinal.

Ao realizar a análise, confira as avaliações de cinco estrelas e as de apenas uma estrela, eles serão uma fonte valiosa de informação.

Fazendo isso, você conseguirá identificar o que o público mais gosta, e o que eles odeiam, em cada aplicativo, o que servirá como comparativo na hora de criar seu app.

Garanta que seu aplicativo tenha as funções que as pessoas amam e que não tenham as que elas odeiam.

Mas lembre-se sempre, seu produto pode ser similar ao dos concorrentes, mas ele deve ser melhor e ter um diferencial em relação aos outros.

As funções que as pessoas amam e esse diferencial serão pontos que devem ser ressaltados na sua estratégia de marketing.

Antes de lançá-lo efetivamente, divulgue o aplicativo para que pessoas interessadas no app e que possam testá-lo e leve a sério o feedback de cada um.

Assim eles se sentirão importantes e parte da história do aplicativo, o que fará com que eles divulguem seu aplicativo para outras pessoas, sem que você gaste nada.

 

2) Construa uma presença online

 

markerting-para-apps

 

Ter uma presença online é fundamental, antes mesmo do lançamento do seu aplicativo, para que as pessoas o conheçam.

Primeiro faça um site para seu aplicativo e deixe bem claro o que aquele aplicativo fará.

Invista em marketing de conteúdo, através de um blog, para atrair pessoas para o site e levá-los a baixar seu aplicativo.

Defina personas para seu app e produza conteúdo que vá atrair as pessoas através de:

  • Assuntos que eduquem o público sobre como seu aplicativo pode ajudá-las,
  • Temas de como pode facilitar a vida;
  • Dicas de como ser mais produtivo.

Lembre-se de otimizar suas páginas para dispositivos móveis, pois a utilização de celulares para acessar a internet é maior que a de desktops.

Entenda em quais redes sociais a sua persona encontra-se e invista em conteúdo. Sejam elas Facebook, Twitter, LinkedIn ou qualquer outros canais que você definir. Essa é uma estratégia essencial para que seu público conheça seu aplicativo.

Após o lançamento, as redes sociais serão uma fonte valiosa de informações e interação, o que irá garantir um bom relacionamento com seu público.

Caso você queira exemplos de marcas que fazem um trabalho de marketing no Facebook muito bom, veja a página da empresa Netflix (Sim, é uma menina!) e da Catuaba Selvagem.

Crie uma campanha promocional para lançamento, ou em eventuais oportunidades, nas redes sociais. Isso poderá alavancar sua visibilidade e interação com as pessoas, podendo até se tornar uma campanha viral.

Lembre-se, todas suas ações devem ser medidas, através do analytics de cada uma das plataformas, como o Google Analytics e o Facebook Insights.

Invista naquelas que mais dão retorno. Crie indicadores, que serão analisados mensalmente, e defina metas a serem batidas.

 

3) Experiência do usuário

 

Não adianta traçar uma estratégia de marketing de sucesso para seu aplicativo se ele não for tão fabuloso quanto sua estratégia.

Ao se criar um aplicativo, o usuário deve ser o foco principal em todo o processo, pois é ele quem irá utilizá-lo.

Há várias formas de melhorar a experiência do usuário em um aplicativo. Criar experiências onboarding, com tutoriais simples que gerem valor para seu usuário é uma boa escolha. O importante é que você crie algo que seja fácil e bonito.

Um termo muito utilizado pelos designers de produtos digitais é o KISS, keep it simple and stupid, que significa mantenha simples e estúpido.

Desenvolver seu aplicativo assim irá garantir que qualquer pessoa consiga utilizá-lo. Você pode até realizar uma votação entre vários layouts, com seu público das redes sociais, para definir qual eles julgam mais fácil.

Se seu app for lançado para as duas plataformas, tente que a experiência do usuário seja parecida nas duas. Assim, caso ele troque de sistema ou apresente o aplicativo para um amigo, saberá exatamente o que esperar.

 

4) App Store Optimization

 

ASO é um conjunto de técnicas utilizadas para melhorar o posicionamento de um aplicativo mobile nas lojas de aplicativos. Ele pode ser visto como SEO para as lojas de aplicativos e leva em conta alguns fatores como:

  •     Ícone e nome do aplicativo;
  •     Palavras-chave utilizadas;
  •     Descrição;
  •     Screenshots;
  •     Vídeo;
  •     Reviews.

 

Fazer todas as otimizações é essencial para que as pessoas encontrem seu aplicativo e queiram baixá-lo. Existem algumas empresas que são especialistas nesse assunto, como o RankMyApp.

 

5) Mensurar e adaptar

 

marketing-app

Como já falamos anteriormente, é muito importante criar e acompanhar métricas para avaliar o sucesso das suas ações. Após o lançamento do aplicativo, isso não poderia ser diferente.

Utilize alguma ferramenta de mobile app analytics para medir o desempenho do aplicativo. Se os números mostrados pela ferramenta estão de acordo com o planejado, você e seus esforços de marketing estão no caminho certo.

Caso esses números estejam abaixo do esperado, reavalie em qual ponto sua estratégia não está sendo efetiva. O acompanhamento constante e a adaptação da estratégia de marketing ao cenário atual, levarão o seu aplicativo ao sucesso.

Algumas métricas comumente utilizadas são:

  •     Engajamento: São as informações relacionadas ao uso do app. Tempo por sessão, frequência que os usuários abrem o aplicativo, telas abertas por sessão. Estes são apenas alguns exemplos que podem mostrar como os usuários interagem com o seu aplicativo.
  •  Retenção: esta medida depende totalmente de qual é o conceito de “usuário ativo” e o modelo de negócio do aplicativo. Com ela você sabe a quantidade de usuários que continuam ativos em um determinado período de tempo.
  •     Receita por usuário: É a divisão entre a receita total do aplicativo pelo número de usuários ativos do seu app.
  •     Custos: Existem alguns tipos de custos a serem medidos. Os que são relacionados diretamente aos aplicativos são o custo por download e o custo por usuário ativo.

O primeiro é a divisão entre o valor gasto em um determinado tempo dividido pelo número de downloads. O segundo é esse mesmo valor gasto dividido pelo número de pessoas que realmente usam o seu aplicativo.

 

6) Acompanhe as tendências

 

Acompanhar as tendências do mercado de aplicativos é essencial, assim, você conseguirá realizar adaptações que melhorarão a experiência do usuário e a qualidade do seu app. Já posso te adiantar algumas como:

 

  •    Location Based Services: será cada dia mais comum a geolocalização em aplicativos. Vários já estão utilizando para oferecer uma experiência única, como ofertas, promoções e cupons de descontos para quem está próximo a uma loja.
  •    Internet das coisas: Vários objetos já estão conectados a internet, o que aumenta a demanda de aplicativos que consigam controlá-los.
  •    Segurança: Manter seu app seguro tem se tornado uma das maiores preocupações das App Stores e elas têm ficado mais rigorosas.

Esses são apenas alguns pontos que devem ser analisados ao se criar uma estratégia de marketing. Como cada aplicativo é único, com uma filosofia e uma proposta de valor para o cliente, não existe um passo a passo para o sucesso.

Toda ação realizada deve ser mensurada, analisada e modificada, caso haja a necessidade. Sua estratégia de marketing para aplicativos estará em constante evolução para atingir os resultados esperados.

Se você conhece algum outro ponto que julga importante de ser abordado, comente com a gente e vamos conversar a respeito!

 

Escrito por: Daniel Madureira , Gerente de Marketing da UseMobile.

PLANEJAMENTO DE MARKETING PARA UM APP: O QUE FAZER E COMO COMEÇAR?

Agora que você entrou aqui, vamos começar um pequeno brainstorm.

Queremos que pare por dois minutos e pense qual o estágio do seu aplicativo ou do seu produto.

É um app em lançamento? Ou um app em crescimento? Ainda é o que chamamos de Top Charts Apps?

Sério, é importante que você saiba essas respostas antes de continuar.

O planejamento de marketing para apps começa assim que você definir exatamente qual a maturidade do produto. Isso é essencial para saber quais são os próximos passos.

E ainda para definir exatamente em qual ponto do roadmap do produto você deve começar a planejar o marketing. Afinal, timing é tudo.

Já sabe a resposta? Ótimo. Assim podemos continuar.

Aqui nesse post você vai aprender como iniciar o planejamento de marketing para apps orgânico e básico. O que resulta em um orçamento otimizado.

planejamento-de-marketing-para-appEsse conteúdo foi baseado na palestra da nossa especialista Juliana Assunção no nosso novo evento Mobile Coffee criado para solucionar de forma rápida e prática as principais dúvidas sobre Mobile Marketing.

 

Por onde começar o planejamento de marketing para app?

 

1.Posicionamento

Afinal, como a sua marca está posicionada no mercado? Não sabe ainda? Ou acha que sabe? A melhor maneira de confirmar todas as suas hipóteses em relação seu produto é fazer pesquisas.

Elabore um formulário que te permite responder:

  1. Como é seu mercado?
  2. Qual o potencial do seu mercado?
  3. Quem é seu público-alvo?
  4. Qual o problema do seu público?
  5. Onde está o seu usuário perfeito?

Depois, utilize umas das ferramentas de formulários como Google Forms, Typeform ou SurveyMonkey para realizar as suas pesquisas.

Para finalizar, não esqueça de pesquisar sobre quem são seus apps concorrentes e as estratégias de mobile marketing aplicadas na sua promoção.

 

2.Promoção do produto

Para começar a traçar as principais estratégias de marketing do app é importante pensar no valor do seu aplicativo.

 

O que te diferencia dos outros concorrentes?

 

Veja que mais uma vez é importante analisar a concorrência do seu app.

O valor e a autoridade do seu produto precisam refletir:

  • No nome
  • Na marca
  • Na criação da sua empresa como autoridade no segmento.  

Como também na sua identidade visual básica

  • Logo
  • Ícone
  • Interface
  • Screenshots
  • Site

 

3.Distribuição

Com as respostas dos formulários de posicionamento, conseguimos descobrir onde o seu público está.

Afinal, como seu aplicativo é encontrado? Em quais canais básicos seus potenciais clientes estão?

Uma grande parte dos aplicativo é encontrado na busca orgânica. Cerca de 40% dos usuários do iOS descobrem os apps no ranking das app store. Já no Android esse número é ainda mais expressivo: 53%.

Por isso, uma das estratégias de mobile marketing que precisa ser inclusa no seu planejamento é o App Store Optimization (ASO) desde a etapa de ongoing.

Os resultados são colhidos em longo prazo, por isso, quanto antes começar, MELHOR.

Apostar em ASO é acrescentar inteligência no planejamento de marketing do seu app.

Não estamos falando apenas o aumento do número de downloads e, sim, do aumento do tráfego orgânico direcionado para a página do seu aplicativo.

 

Nós já vimos aplicativos aumentarem cerca de 379% em apenas 5 meses. Ou seja, são números decisivos para o seu negócio.  

Adicione agora mais inteligência na estratégia de lançamento do seu app!  Faça agora uma análise personalizada (e gratuita) e conte com a ajuda e expertise do RankMyApp para alcançar resultados excelentes.

 

 

Com qual frequência devo atualizar as versões do app?

Todas as empresas voltadas para o consumidor devem investir em um aplicativo. Isso é evidente.

Não?

Bom, para isso separamos algumas estatísticas para mostrar com o que estamos lidando.

 

Em 2020, terão mais pessoas com celular do que com água e eletricidade.

Fonte: Visual Networking Index – Global Mobile Data Traffic Forecast”,Cisco

Os usuários de dispositivos móveis chegarão aos 5,4 milhões, 70% da população estimada para daqui dois anos e meio.

Fonte: Visual Networking Index – Global Mobile Data Traffic Forecast”,Cisco

Número de celulares no mundo, atualmente, passou dos 7 bilhões.

Fonte: União Internacional de Telecomunicações, UIT

O Brasil é o 6º mercado mundial de smartphones, superado apenas por China, Índia, Japão e Rússia;

46% dos internautas brasileiros que realizam pagamentos através de seu smartphone;

Fonte: Opus Software

 

Por isso, hoje em dia, é fundamental que todas as empresas que prestam um serviço B2C tenham um app. A dúvida em questão é, na verdade, quanto investir na atualização das versões do app.

Vale a pena atualizar um aplicativo com freqüência? Os clientes percebem?

O que vocês acham?

 

A importância de atualizar as versões dos apps

 

A nota do aplicativo dada pelos usuários é levada em consideração no ranqueamento dos sistemas operacionais pelos motores de busca.

Para entender melhor como funcionam os ranqueamentos (e como melhorá-los) indicamos esses conteúdos:

Então, faz sentido agradar seus usuários para conseguir boas avaliações, certo?

Um estudo liderado pela Business Insider mostrou algumas informações bem interessantes. Depois de analisar o número de avaliações, o número de atualizações e a notamédia do trimestre de 2012, 2013 e 2014, a empresa chegou às seguintes conclusões:

 

Nenhum aplicativo obteve nota acima da média com menos de 9 atualizações no ano.

A nota cumulativa média foi de 2,8 e as médias de atualizações foram de 7,9.

 


Ao longo de 2014, a Amazon, o Walmart e o Geico atualizaram seus respectivos aplicativos entre 20 e 25 vezes, e obtiveram as avaliações médias mais altas.

A conclusão geral do estudo foi que atualizações frequentes tendem a ser associadas com notas mais altas dos usuários do aplicativo.

 

Com qual frequência devo atualizar as versões do meu app?

 

update-apps

 

 

Aqui mora o x da questão. A resposta para essa pergunta depende de alguns critérios.

Existem aplicativos para diversas finalidades, então também existem atualizações para diversos aspectos também.

 

Em termos de desenvolvimento, uma atualização da versão do app pode ser necessária, por exemplo, para corrigir falhas internas, aumentar a confiabilidade ou melhorar o produto.

Em termos de experiência do usuário, uma nova versão pode contar com recursos, funcionalidades ou uma interface mais intuitiva.

 

Com todas essas informações, fica mais fácil pensar sobre a frequência ideal para as atualizações do seu app.

Normalmente, se a versão não oferece algo novo ou ainda não aprimora algo existente, é interessante pensar duas vezes.

Isso porque, a cada nova atualização, o programa fica mais pesado ou o processamento de tarefas pode ficar mais lento. O que causa uma certa irritação por parte do usuário – e pode refletir negativamente nas avaliações.  

E como dissemos antes, a opinião do seus consumidores é fundamental para o sucesso do seu app.

 

Como o RankMyApp pode te ajudar com essas dúvidas

 

Nós sempre nos esforçamos para compartilhar com a comunidade mobile nossas experiências, descobertas e avanços em App Store Optimization (ASO) e estratégias de Mobile Marketing.  Para ficar por dentro das novidades, você pode:

 

Assinar a nossa newsletter: Disponível na parte lateral do nosso blog (onde você está agora);

Acompanhar nossas redes sociais: Curta nossa página no Facebook, no Twitter, Linkedin e Google+.

Entrar no nosso fórum de discussão: Entre em nosso grupo do Facebook Mobile Marketing Brasil. Lá você encontrará outras empresas com apps ou desenvolvedores para conhecer, além de notícias atualizadas sobre o mercado de mobile marketing. Também fique ligado pois, anualmente, é realizado o evento do grupo, com muito conteúdo interessante!

Nós também podemos te convidar para o Mobile Coffee, realizado mensalmente por nossa especialista, Juliana Assunção.

É um evento gratuito, para apenas 50 convidados, onde discutimos temas relevantes sobre ASO e Mobile Marketing. 

Para finalizar, podemos te orientar com todas as questões relacionadas com as metas traçadas para o seu produto. O RankMyApp é referência internacional em Mobile Marketing.

Nossa equipe é composta por profissionais que dedicam-se apenas ao estudo dessa modalidade de app marketing.

Adicione agora mais inteligência na estratégia de lançamento do seu app!  Faça agora uma análise personalizada (e gratuita) e conte com a ajuda e expertise do RankMyApp para alcançar resultados excelentes!

Guia prático do lançamento do aplicativo

Todos sabemos quanto é difícil desenvolver um aplicativo. E todos sabemos que no momento em que a primeira versão está pronta – o trabalho está apenas começando.

Poderia ser simples: Lançar nas app stores, começar a colher os frutos e, em pouco tempo, alcançar seus objetivos. Mas, infelizmente, o céu não é perto.

Com mais de 3 milhões de aplicativos disponíveis para downloads, destacar-se dos seus concorrentes torna-se absolutamente vital. Algo parecido mesmo com a Teoria da Revolução: Faça diferente ou você não tem a menor chance.

E pensar fora da caixa é refletir em como conseguir o maior número de downloads, atrair tráfego orgânico de qualidade e aumentar as conversões.

Nós já publicamos inúmeros conteúdos sobre estratégias de lançamentos e até jogamos uma luz sobre o fato de que algumas não são assim tão caras quanto se pensava.

Já dissemos o que deve ser feito ou o que não deve e mesmo sempre precisamos reforçar de que é uma péssima ideia lançar um app sem pensar no Marketing Mobile. Ou ainda acreditar que isso pode ser feito depois, em um futuro próximo.

As estratégias de lançamento e o Marketing Mobile são tão importantes para o produto quanto cada uma das funcionalidades.

Por isso, resolvemos, mais uma vez, criar um post exclusivamente para guiá-lo sobre quais os primeiros passos de uma estratégia de Marketing Mobile. É uma forma de incentivá-lo a focar nisso e nunca deixar para depois.

Ainda para te ajudar a entender mais sobre o assunto, separamos alguns posts:

Guia prático de como lançar o seu aplicativo

 

  1. Estabeleça as metas em curso

lancamento-do-aplicativo_2

 

O que você almeja com o seu aplicativo? É fundamental definir as suas metas estratégicas para depois pensar em como atingir seu público-alvo de modo contínuo. Esse definitivamente é o primeiro passo.

Lembre-se de traçar objetivos realistas, mensuráveis e relevante. E que estejam  diretamente relacionados à missão do negócio. Cada objetivo alcançado a empresa deve dar um passo em direção a visão.

Alguns exemplos de metas estratégicas:

  • Aumentar o número de downloads orgânico em até 20%;
  • Diminuir as desinstalações em até 30%;
  • Garantir um índice de conversão de mais de 40%;

Uma dica para definir suas metas SMART é  sempre começar a definição dos objetivos com um verbo. E depois, quantificá-los.

 

  1. Defina o plano de ação

Até aqui, as coisas eram mais simples. Agora, começa a complexidade e a beleza do Marketing Mobile.

Com as metas e objetivos em mãos, está na hora do que realmente pode ser feito para atingi-los.

Seria interessante se pudéssemos dizer exatamente quais as melhores estratégias para garantir que o seu aplicativo saia arrasando logo no lançamento.

No entanto, não existe uma receita de bolo pronta ou uma estratégia genérica de marketing para apps. Cada caso é um caso.

Existem muitas variáveis envolvidas. Essas aqui são algumas delas:

  • Budget
  • Metas
  • Situação do seu app.

O ideal é avaliar detalhadamente quais os melhores caminhos para o seu app.

Nós podemos te ajudar oferecendo uma análise personalizada gratuita e orientando sobre as estratégias existentes de Mobile Marketing atingir seus objetivos.

Também podemos te mostrar aqui quais são os caminhos possíveis dentro do marketing mobile para conseguir aumentar o número de downloads, que é uma das metas mais comuns durante um lançamento do app.

Mas como dissemos antes, nada é preciso e é necessário observar caso a caso.

 

Como aumentar o número de downloads desde o lançamento do aplicativo?

 

#1.Reflita sobre a descoberta

 

lancamento-do-aplicativo

 

Como os usuários encontrariam seu aplicativo? E por que continuariam usando?

As pessoas gastam em média cerca de 30 horas por mês em aplicativos.. Ao lado dos sites e das redes sociais, os aplicativos ocupam uma posição muito importante na vida delas.

Cada dia mais, os profissionais de marketing se dão conta de que uma boa parte das pessoas acessam as stores com o objetivo claro de baixar aplicativos que sejam úteis para suas vidas. E a maioria delas faz isso através da busca orgânica nas apps stores:

53% dos usuários de Android acham os apps através da busca nas apps stores;

Fonte: Roughly Half Of Users Are Finding Apps Via App Store Search, Says Study

40% dos usuários de iOS descobrem na Apple Store;

Fonte: Roughly Half Of Users Are Finding Apps Via App Store Search, Says Study

 

Para poder desenvolver uma boa estratégia de Marketing Mobile é necessário entender exatamente o que impulsiona o seu público alvo a ir atrás de um aplicativo como o seu.

 

#2. Escolha uma categoria adequada

 

Conhecendo o seu público-alvo, fica mais evidente qual a melhor categoria para encaixar seu aplicativo.

Selecionar corretamente a categoria do app é essencial para atingir seus objetivos com o produto, seja eles quais forem.

Como as categorias foram criadas para organizar os aplicativos dentro das lojas, fica mais fácil para os usuários filtrarem as buscas a partir da função do aplicativo.

Em outras palavras, escolher a categoria adequada aumenta a visibilidade, atrai tráfego qualificado e aumenta consideravelmente o número de conversão.

 

#3 Selecione as principais palavras-chave

 

Você já parou para pensar o que faz um aplicativo parecer em primeiro nas buscas orgânicas?

Fazer com que seu aplicativo seja encontrado na pesquisa do Google Play ou da Apple Store envolve uma série de fatores.

Trabalhando corretamente cada um deles, você consegue aumentar as chances de ser descoberto e, consequentemente, aumentar o número de downloads e usuários qualificados.

O processo de ASO é um aliado importante em conseguir aumentar a visibilidade do seu aplicativo. E consequentemente os downloads.

Assim como acontece com o SEO aplicado em sites e conteúdo, o ASO identifica as palavras-chave que uma pessoa geralmente usa para fazer uma busca sobre um determinado app.

Escolher cuidadosamente quais são as melhores palavras-chave em ASO para descrever seu aplicativo é inevitável – se você quiser realmente ser encontrado nas App Stores.

 

#4. Defina como atrair o tráfego qualificado

 

Quanto mais downloads você atrair para o seu app, melhor, certo? Não!!!

Com certeza, o aumento no número de instalações indica sucesso de alguma forma. Nós mesmos aqui do RankMyApp usamos esse valor como métrica.

Mas do que adianta conseguir um grande número de downloads e ficar apenas um dia no celular dos seus usuários? A retenção também é uma coisa que precisa ser constantemente trabalhada desde o lançamento.

Para garantir um espaço no smartphone do seu público é preciso conquistá-lo. E fazer isso é simplesmente selecionando quem vai encontrar o seu app e como.

Atrair tráfego qualificado é uma grande desafio. Uma das melhores maneiras de selecionar o seu público é investindo em ASO.

Outra é complementar essa estratégia com mídia paga e também estar presente nas diversas mídias sociais como Twitter, Facebook entre outras.

Redes sociais são uma excelente oportunidade de ampliar o diálogo entre seu app e seu cliente em potencial.

Esperamos que esse conteúdo tenha ressaltado alguns pontos importantes quando falamos de lançamento do aplicativo. Também mostrado algumas direções (e diretrizes) durante todo esse processo.

Adicione agora mais inteligência na estratégia de lançamento do seu app!  Faça agora uma análise personalizada (e gratuita) e conte com a ajuda e expertise do RankMyApp para alcançar resultados excelentes.

Precisamos conversar sobre categoria do app

Sim, esse é um papo que precisamos ter. Primeiro, porque a categoria do app ajudam os usuários a descobrir os aplicativos nas lojas.

Segundo, porque os orienta a achar aqueles que melhor encaixam nos seus critérios – assim como na resolução dos problemas.

Por isso, as categorias de apps são peças chaves tanto dentro de uma estratégia de ASO quanto de marketing mobile. Isso independe dos seus objetivos com o app.

As categorias de apps servem para organizá-los dentro das lojas. Dessa forma, fica mais fácil para os usuários filtrarem as buscas a partir da função do aplicativo.

Ou seja, escolher corretamente a categoria ideal para seu aplicativo aumenta a visibilidade, atrai tráfego de qualidade e, consequentemente, o número de conversão.

É importante analisar bem qual a categoria do app e definir qual melhor encaixa de acordo com o perfil do seu cliente ideal, com a proposta de valor do app e onde os seus principais concorrentes estão classificados.

E depois, claro, testar sempre outras categorias (Lembra que tudo dentro do Mobile Marketing é baseado em testes A/B?)

Aqui neste conteúdo, você vai entender mais sobre:

  • Como escolher as categorias corretas para os apps;
  • O que não fazer na hora de escolher os apps;
  • E mais sobre como tudo isso influencia na atração de tráfego orgânico e de qualidade.

Como escolher uma categoria para o app?

 

Nem sempre é fácil escolher uma categoria para o seu app. Ainda mais quando existem tantas opções. No Google PlayStore, existem atualmente 33 categorias enquanto na Apple AppStore existem 24 categorias.

 

categoria-do-app

As 33 categorias da Google PlayStore que seu aplicativo pode ser classificado

Mesmo que na Apple Store, você possa selecionar duas opções diferentes – uma primária e uma secundária – a primeira é a mais importante para a visibilidade do aplicativo na loja. A Apple deixa isso bem claro nos seus tutoriais.

Então, como escolher as melhores categorias para meu app? Bom, vamos dizer que você tenha um aplicativo de compartilhamento de fotos em redes sociais. E agora?

Melhor colocar como categoria principal Foto&Vídeo ou Redes Sociais na Apple Store? Entretenimento ou estilo de vida na Google Play?

Para decidir qual a melhor categoria para seu app, considere o seguinte:

 

  • A proposta do seu aplicativo: A categoria principal deve ser a que melhor descreve as funções do seu app.
  • Onde os usuários naturalmente buscam um app como o seu: Entender a sua audiência vai ajudar a identificar em qual categoria seus usuários ideais procurariam. Eles classificariam como rede social ou aplicativo de fotografia?
  • Em quais categorias seus concorrentes escolherem para os seus apps: Pesquise como os apps similares estão categorizados – os usuários já estão acostumados entrar nessas categorias para encontrar apps com propostas de valor parecidas com o seu.

Para entender mais sobre o assunto, sugerimos os seguintes conteúdos:
O QUE FAZ MEU APLICATIVO APARECER EM PRIMEIRO DENTRO DAS LOJAS?
COMO OS USUÁRIOS ENCONTRAM E POR QUE CONTINUAM USANDO SEU APP?
ONDE O ASO SE ENCAIXA EM UM PLANO DE APPS MARKETING?

O que não fazer na hora de escolher a categoria do app?

 

Na Apple Store, a maior concentração de apps estão na categoria jogos. Nem por isso, você vai classificar seu aplicativo nesta seção apenas por isso.

Por isso, aí vai uma dica do RankMyApp:

Não é recomendado incluir um aplicativo em uma categoria que tem relação nenhuma só porque é “popular”.

Tenha certeza de que a categoria selecionada ajude a promover uma ótima experiência do usuário. Inclusive, escolher categorias que não são apropriadas para seu aplicativo vai contra as diretrizes da App Store.

 

Como a categoria do app influencia no tráfego orgânico?

 

Para aprender a escolher melhor a categoria do apps, é importante entender como que funciona os rankings dentro das abas.

Os resultados de busca são ordenados por diversos fatores. Dentre eles estão:

 

 

E então? Ficou mais fácil entender porque tudo isso tem a ver com aquisição orgânica de usuários e ASO?

Uma das métricas utilizadas no processo de ASO é justamente o ranking do app na categoria.

Afinal, a otimização da página (modificação e atualização constante de texto e recursos gráficos) é um dos fatores que interferem positivamente na visibilidade do app na categoria.

Como dissemos acima escolher as categorias não necessariamente algo muito simples de fazer (por mais que pareça). Ficou claro de que não é uma atividade isolada na conquista de downloads orgânicos qualificados?

Faz parte de um conjunto de boas práticas dentro do mobile marketing para aumentar a visibilidade do apps nas lojas, onde o ASO é a peça-chave.

Até porque, atrair qualquer pessoa para a sua página é um grande desperdício de tempo e dinheiro. Não é nada interessante que alguém instale seu app por apenas um dia.

Sem contar que a retenção do usuário é um critério para que o aplicativo fique bem posicionado dentro das lojas.

Esperamos que esse conteúdo tenha sido bem esclarecedor nesse sentido. Como também tenha mostrado a importância da otimização da página do aplicativo nas lojas.

E se por acaso o ASO ainda não entrou no seu planejamento de Mobile Marketing, está na hora de rever seus conceitos!

Vamos mudar isso? Receba agora uma análise personalizada do seu aplicativo e acrescente inteligência no seu planejamento estratégico.  

 

 

,

ONDE O ASO SE ENCAIXA EM UM PLANO DE APPS MARKETING?

Você, profissional de marketing, já deve saber que aumentar a visibilidade de um aplicativo é desafiador.

Como também de que é a melhor forma de ser encontrado por quem você gostaria de ser encontrado é ranquear o aplicativo nas lojas.

Com mais de dois milhões de aplicativos publicados tanto na PlayStore quanto na AppleStore, fazer com que o seu aplicativo seja descoberto é uma das maiores dificuldades dos profissionais de marketing.

Como fazer isso?

Se você está no segmento de marketing mobile, é importante conscientizar-se de que existem várias estratégias para que seu aplicativo alcance as metas estabelecidas para o seu sucesso.

Uma delas é o App Store Optimization (ASO). Em conjunto com um planejamento de app marketing estruturado, esse processo aumenta as chances de ser descoberto pelo seu usuário ideal. Mais do que isso, influencia diretamente na tomada de decisão de instalar ou não.

Você pode até saber quais são as vantagens do ASO mas, pode estar em dúvida em que momento é importante começar com essas estratégias dentro da sua programação (e orçamento) de mobile marketing.

Nós gostaríamos aqui de mostrar onde o ASO encaixa nesse planejamento. Assim, você pode começar agora e alcançar os resultados esperados em menos tempo.

  Leia mais

, ,

Mudanças na PlayStore que impactam no App Store Optimization (ASO)

Com a constante busca de mais qualidade nos seus aplicativos, a Google PlayStore anunciou algumas atualizações nos algoritmos da loja. De acordo com o Android Developers Blog, o blog oficial de atualizações da Google, uma destas mudanças terá um impacto direto no App Store Optimization (ASO), uma vez que adicionará mais fatores aos rankings de apps nos resultados de buscas orgânicas e no processo de descoberta dos apps.

Essa mudança refere-se à estabilidade dos apps, diminuição de crashes e boa performance como fatores para determinar rankings nos resultados de busca, incentivando desenvolvedores a publicarem apps de melhor qualidade desde seu lançamento, ao invés de se concentrarem apenas em novas features e, consequentemente, novas atualizações. Ou seja, a performance técnica do app agora influenciará diretamente no posicionamento dele dentro da loja.

Leia mais

,

NÚMERO DE DOWNLOADS: POR QUE VARIA TANTO (MESMO FAZENDO ASO)?

Sejamos diretos: Tudo gira em torno do número de downloads do aplicativo.

Conseguir aumentar a visibilidade de um app ou galgar mais posições nos rankings nas buscas das lojas, são questões sempre presentes nas estratégias de mobile marketing, certo? Mas o questionamento principal sempre acaba sendo em relação a quantidade de downloads.

Quem começou agora a trabalhar com marketing mobile ou até aqueles profissionais mais experientes, com certeza, sentiram-se instigados a pensar sobre as constantes oscilações do número de downloads.

 

O que acha de adicionar mais inteligência no marketing do seu app? Receba agora uma análise personalizada do seu aplicativo!

 

Paralelamente, surgem as dúvidas em relação as métricas usadas no processo de ASO para conquistar novas instalações. Ou ainda para mantê-las no smartphone. Dentre outras.

Não podemos responder todas as suas perguntas mas pelo menos quando chegar ao final desse conteúdo, você sairá com algumas respostas.

Leia mais